Projeto paisagístico

Rua dos Escultores

o projeto teve como ponto de partida a criação de um jardim de fácil manutenção, em que o desenho criado privilegia a forma natural das espécies, dispensando podas ornamentais. a escolha de espécies resistentes ao convívio com animais domésticos foi uma outra preocupação, resultando na especificação de forrações bem enraizadas (passíveis de pisoteio), assim como de arbustos com folhagens coloridas e diversas ao invés de flores excessivamente delicadas.

uma massa de pequenas árvores e palmeiras cria o contraponto de sombra para a piscina, ladeada pelas mesas e por um gradil visualmente protegido por vegetação pendente de crescimento rápido. no jardim sombreado do fundo da casa bromélias e helicônias resguardam o espaço de estar.